CTZ conclui que anomalia registrada em Júpiter era objeto não identificado

Pesquisadores do Centro Tecnológico Zigurats (CTZ) do Projeto Portal concluíram em seu relatório que a anomalia de cor azul registrada durante 42 minutos na noite do dia 24 de janeiro em seu Observatório em Corguinho/MS nas proximidades do planeta Júpiter, emitia luz própria em um espectro limitado e se movimentava em grande velocidade em trajetória não linear. Diante disso, concluíram que a anomalia possui características de algo desconhecido pela ciência e que, por isso, pode ser denominado de “objeto” desconhecido.estranho objeto azul ao lado de jupiter
A análise dos pesquisadores do CTZ descartou a hipótese de possíveis reflexos na lente do telescópio, falhas ou defeitos técnicos.

O estudo baseou-se em material composto por 309 fotos e três vídeos, levantando todas as possibilidades e determinando probabilidades por meio de cálculos e análise criteriosa com uso de ferramental científico. Os pesquisadores analisaram imagens de Júpiter com a anomalia azul que se apresentou em algunas das imagens fotografas pelo telescópio, através de comparações entre imagens, cálculos de magnitudes, espectografia e fotometria para determinar a característica da anomalia e compará-la com os padrões já definidos, já que a mesma não se enquadrava com nenhum outro astro conhecido (estrela, planeta, planetóide, asteróide, etc.)

As imagens registradas nas coordenadas 55º 09´ W e 19º 53`S na data de 24 de janeiro de 2014, foram objtidas com câmera configurada com as seguintes características: f/32, ISO 800, lentes 7.5 mm, tempo de exposição de 1 s, resolução de 4608 pixels horizontais por 3456 pixels verticais (16 mega pixels).

Leia o relatório na integra em PDF


By admin on 20 de fevereiro de 2014 | evidências, Ovni, Projeto Portal, ufos | A comment?

Objeto movendo próximo ao planeta Júpiter registrado pelo CTZ

Técnicos do CTZ – Centro Tecnológico Zigurats da Associação Projeto Portal registraram durante observação de rotina no céu em seu Observatório Astronômico na noite de 24 de janeiro um estranho objeto de cor azulada nas proximidades do planeta Júpiter, fazendo diferentes e estranhas manobras após sumir totalmente do campo de visão do telescópio um pouco mais de 42 minutos depois de ter sido detectado. Todo o movimento do objeto foi fotogrado.

Na primeira observação feita às 22:33 (hora de Brasília) o objeto foi captado abaixo de Júpiter, depois fez evoluções diferentes, subindo a direita e ao lado do planeta para em seguida prosseguir em linha reta, depois afastando-se cada vez mais até desaparecer totalmente às 23:15. A velocidade e o tamanho do objeto é supreendente em relação aos movimentos de outros corpos celestes. As imagens ainda estão sendo analisadas e em breve será emitido um relatório completo sobre o fato.

Confira o vídeo:

UFO filmado no sol pela NASA: Saiba a A Verdade

No dia 8 de Março de 2012, um objeto parecendo uma gigantesca nave mãe foi filmado a um distância muito próxima ao sol. O Objeto foi captado pelo “Solar Dynamics Observatory” da NASA, uma cena digna de filmes Hollywoodianos.
Nasa Filma Ovni no sol
A foto do sol filmada pela Nasa foi tirada pelo Satélite Observatório Solar e Heliosférico SOHO tornando-se alvo de muitas especulações. Sem dúvida a imagem apresenta um OVNI, pois nem mesmo a própria NASA conseguiu explicar o fenômeno. O objeto voador não identificado que se movia lentamente ao lado de nossa estrela não tem qualquer semelhança com tudo com o que já se viu próximo ao Sol. O intrigante é que nenhum objeto metálico sequer consegue suportar o calor escaldante emanado pela atividade solar em temperaturas extremamente altas geradas pela fusão nuclear na superfície solar.
O SOHO, satélite de observação do sol, é um satélite construído pela NASA para estudar o Sol e todo seu núcleo profundamente, como também a corona externa e o vento solar. Lançado em 02 de dezembro de 1995, o SOHO está equipado com 12 sondas a bordo que se comunicam por ondas de rádio com enormes parabólicas ao redor do mundo e formam a denominada Rede de Espaço Profundo da NASA. São utilizados para comando e coleta de dados.

Desde então surgiram inúmeras especulações a respeito do objeto. Seria um registro de uma espaçonave extraterrestre? Estariam “sugando” a energia do sol? Muitos pesquisadores salientaram que os detalhes do objeto são muito próximos às espaçonaves dos filmes de ficção e o que os deixou sem respostas é que é muito improvável que qualquer objeto que ciência humana conheça possa suportar o calor próximo ao sol. Que a ciência humana conheça não, porém um objeto construído com tecnologia extra-terrena poderia explicar tudo.

E foi o que ocorreu. As 49 raças parceiras da Associação Projeto Portal, passaram informações importantes sobre este evento. Conforme o acordo de parceria firmado com essas raças de seres extra-terrestres de divulgar informações para a população, os pesquisadores da Associação Projeto Portal receberam a informação que este estranho fenômeno filmado no sol pela NASA se tratou de uma das naves das 49 raças que se aproximou do sol, não para sugar a sua energia, mas sim para colocar compostos químicos específicos para promover um equilíbrio no sol para que as futuras explosões solares não alcancem níveis tão elevados e consequentemente não nos afetem gravemente, pois estamos entrando em um ciclo maior de atividade solar.

Em função disso, as 49 raças parceiras da Associação Projeto Portal orientaram a divulgar abertamente essas informações, explicando sobre o fenômeno envolvido e inclusive passandro uma nova data em que ocorrerá novamente, que será no dia 17 de dezembro de 2012 exatamente às 13:15, horário de Brasília. Neste dia a mesma nave estará realizando a tarefa de amenizar as atividades solares e aparecerá novamente ao lado do sol onde permanecerá por 4 horas e 25 minutos, podendo ser novamente registrada por observatórios em todo o mundo.

By Editor on 14 de dezembro de 2012 | evidências, Projeto Portal, ufos | A comment?

Área 51

Os Segredos por trás da Área 51

A base militar norte-americana localizada no deserto de Nevada conhecida popularmente por Área 51 não era oficialmente reconhecida  até o ano de 1994. Existem registros que confirmam que ela  começou a ser construída na década de 50, sendo que foi muito utilizada entre os anos 60 e 80,  sendo somente na década de 90 que o governo americano admitiu a existência do local.

A Área 51 é uma base militar e um local  utilizado pelo governo americano para colocar em prática os seus projetos mais secretos. O grande questionamento é que projetos secretos lá são estudados, qual a relação dos mesmo com as naves alienígenas e com os seres extarterrestres. Nesse ponto existem muitas especulações.

Existem provas de tecnologias que foram desenvolvidas através da engenharia reversa neste local. Algumas empresas americanas foram investidoras nessas pesquisas e tiveram como retorno tecnologias que estão sendo inseridas nos equipamentos desde então. Perceba a diferença tecnológica que podemos observar desde a década de 50 para cá… Essa gigantesca diferença soamada com as provas e evidências comprovam o uso da área 51 em engeharia reversa de naves extraterrestres.

Além dessas evidências, temos ainda informações reveladas por ex-funcionários do local,  dando fortes  indícios e provas de como funciona essa base militar secreta do governo. Segundo informações,  o local abriga um complexo subterrâneo, totalmente blindado contra ataques externos e interferências de sinais de radio-frequência.

O sistema informatizado é composto por computadores de última geração e com um sistema operacional próprio, evitando que desconhecidos tentem invadir a rede da base. O complexo abriga uma série de veículos militares, além de grandes hangares e área de projetos onde são desenvolvidas e testadas novas aeronaves.

Projetos secretos

No final da década de 80, o físico Bob Lazar, funcionário da base, fez revelações polêmicas sobre a Área 51, sobre as quais muitas das teorias propagadas se apoiam nos dias de hoje. Ele descreveu em detalhes a infraestrutura do local, antes mesmo de o governo norte-americano confirmar a sua existência.

Cerca de dez anos depois, imagens de satélite comprovaram que as descrições de Lazar estavam corretas. Posicionamento de hangares, pistas de pouso e o relato de que a base militar de fato existia serviram para alimentar outra parte das afirmações do físico, que até hoje aguardam por confirmação.

Bob afirmou que um dos trabalhos que fazia no local era uma espécie de engenharia reversa aplicada a naves espaciais alienígenas. Lazar relatou com detalhes que um dos projetos secretos do local consistia em desmontar naves desconhecidas, capturadas pelos militares norte-americanos, para entender a lógica de funcionamento de sua tecnologia, tentando fazê-las funcionar novamente.

“As naves que examinei não possuíam juntas aparentes, solda, parafusos ou rebites”, declarou em entrevista a um programa de televisão de Los Angeles. As coincidências quanto à parte externa do local fizeram com que muitos acreditassem serem verdadeiras as explicações quanto ao trabalho feito no local.

Seres extraterrestres e discos voadores

Quando falamos sobre a Área 51, é comum encontramos relatos de pessoas que afirmam ter avistados objetos voadores não identificados. Isso, de fato, pode ter acontecido, mas as aeronaves avistadas pelos observadores podem não ser extraterrestres, mas sim aviões projetados pelos próprios militares em testes no local.

Um dos casos que ilustra perfeitamente essa possibilidade é o do caça F-117 Nighthawk. Trata-se de um avião desenvolvido para não ser percebido por radares. Segundo informações extraoficiais, ele teria sido fabricado na base militar de Nevada e voado durante dez anos em fase de testes. Ou seja, é possível que muitas das pessoas que afirmaram ter visto OVNIs tenham, na verdade, avistado caças e aviões secretos desconhecidos, mas que nem por isso tenham vindo de outros planetas.

Outro fato que foi relacionado durante pelo menos uma década com a Área 51 é o conhecido “Caso Roosevelt”, um vídeo em que é mostrada a suposta autópsia de um ser extraterrestre. O vídeo teria sido descoberto por Ray Santilli e, na época, muitos afirmavam que os corpos dos alienígenas, bem como os relatórios da análise, estavam armazenados na base militar.

Dez anos depois, o próprio Santilli admitiu que tudo não havia passado de uma farsa e que os extraterrestres eram, na verdade, simples bonecos. Para os órgãos internos, o cineasta utilizou vísceras de carneiro, dando um ar de realismo às filmagens.

Apesar de todas as lendas que rondam a base militar de Nevada, há quem diga que a Área 51 não passa de um lugar comum. T. D. Barnes, engenheiro que trabalhou no local durante a Guerra Fria, faz questão de afirmar que a base foi o lugar mais chato onde ele trabalhou.

“Por 30 anos ninguém soube da existência da base e nem os nossos familiares sabiam o que fazíamos por lá, mas não há ligação alguma com OVNIs e extraterrestres”, explica. “Todos os mitos em torno do lugar se devem ao fato de ninguém de fora saber absolutamente nada sobre a Área”, completa.

Em tempos de conspirações, Illuminatis e sociedades secretas, a Área 51 perdeu um pouco do seu encanto, mas nem por isso deixou de ser associada constantemente a teorias de dominação mundial. Contudo, apesar de isso funcionar muito bem na literatura ou mesmo no cinema, ao que parece a realidade do lugar é bem menos espetacular do que se pode imaginar

By admin on 25 de outubro de 2012 | evidências | A comment?

UFO Gigante no sol filmado pela NASA

NASA CAPTURA IMAGEM DE UFO  NA SUPERFÍCIE DO SOL

O objeto parecendo uma gigantesca nave mãe foi filmado a um distância muito próxima ao sol,  numa cena digna dos melhores filmes de Hollywood.
A foto do sol filmada pela Nasa  foi  tirada pelo Satélite Observatório Solar e Heliosférico  SOHO , tornado-se alvo de muitas especulações. Sem dúvida a imagem apresenta um OVNI, já que nem mesmo a NASA conseguiu explicar o fenômeno. O objeto voador não identificado não tem qualquer semelhança com tudo com o que já se viu próximo ao Sol. O intrigante é que nenhum objeto metálico sequer  consegue suportar o calor escaldante emanado pela atividade solar em  temperaturas extremamente altas geradas pela  fusão nuclear  na superfície solar.
O SOHO, satélite de observação do sol, é um satélite construído para estudar o Sol e todo seu núcleo profundamente, como também  a corona externa e o vento solar.
O satélite SOHO foi lançado em 02 de dezembro de 1995, sendo que está equipado com 12 sondas a bordo que se comunicam por ondas de rádio com enormes parabólicas ao redor do mundo e formam a denominada Rede de Espaço Profundo da NASA. São utilizados para comando e coleta de dados.

Seria um registro de uma espaçonave extraterrestre? Muitos pesquisadores salientam que os detalhes do objeto são muti próximos às espaçonaves dos filmes de ficção. O que nos deixa sem respostas é que é muito improvável que qualquer objeto que ciência humana conheça possa suportar o calor próximo ao sol.

 

By admin on | ufos | A comment?

Evidências
Ovni
Projeto Portal
Ufos